quinta-feira, 4 de Julho de 2013

O Mar de Ferro

Título: O Mar de Ferro
Autor: George R.R. Martin
Editora: Saída de Emergência

Sinopse:
Quando Euron Greyjoy consegue ser escolhido como rei das Ilhas de Ferro não são só as ilhas que tremem. O Olho de Corvo tem o objectivo declarado de conquistar Westeros. E o seu povo parece acreditar nele. Mas será ele capaz?

Em Porto Real, Cersei enreda-se cada vez mais nas teias da corte. Desprovida do apoio da família, e rodeada por um conselho que ela própria considera incapaz, é ainda confrontada com a presença ameaçadora de uma nova corrente militante da Fé. Como se desenvencilhará de um tal enredo?

A guerra está prestes a terminar mas as terras fluviais continuam assoladas por bandos de salteadores. Apesar da morte do Jovem Lobo, Correrrio ainda resiste ao poderio dos Lannister, e Jaime parte para conquistar o baluarte dos Tully. O mesmo Jaime que jurara solenemente a Catelyn Stark não voltar a pegar em armas contra os Tully ou os Stark. Mas todos sabem que o Regicida é um homem sem honra. Ou não será bem assim?

Opinião:
Foi de enfiada. Acabei o sétimo volume já com o oitavo à mão. Com a série televisiva a ser devorada à medida que a televisão o permitia, a leitura foi preenchendo o resto do tempo, numa tentativa de matar a curiosidade.
Como sempre, Martin excede-se. Retoma algumas franjas da história que pareciam ter sido negligenciadas, mostrando que na realidade estavam só à espera do seu momento. Voltamos a Pike, dividida pela perda do seu rei, entramos pela profunda rede de marginais que se vão organizando à margem de uma guerra que não respeita sequer fronteiras morais, e seguimos Sam na sua demanda de fé e obrigação, em constante debate consigo mesmo.

Senti a falte de Daeneris, de Sam, de Tyrion e tantos outros... Mas mesmo assim, as páginas escorregaram sob os meus dedos, umas a seguir às outras, e em menos tempo do que esperava, o livro terminou...
Tinha já à minha frente os nono e décimo volumes. Abri-os, descobri mapas mais alargados, abarcando territórios que já me tinham sido apresentados, entre outros que com certeza virão... Choravam outros livros por alguma atenção. Respirei fundo e, vencendo a muita vontade, e também com medo de chegar ao fim da história que se conhece até agora, decidi dar algum tempo até retomar esta saga. Não será muito... Acredito! ;-)

Sem comentários:

Enviar um comentário